Serralves estreia em Matosinhos um novo projeto de itinerância

Mangelos-skica 005

Exposição “Mesa dos Sonhos” reúne na Galeria Municipal obras de Helena Almeida, José Pedro Croft, Julião Sarmento, Leonor Antunes ou Pedro Cabrita Reis.

Três dezenas de obras das coleções de Serralves e da Fundação Luso-Americana para o Desenvolvimento (FLAD) compõem a exposição “Mesa dos Sonhos”, que amanhã, pelas 15h30, vai ser inaugurada na Galeria Municipal de Matosinhos. Com curadoria de João Silvério, a exposição reúne trabalhos de alguns dos mais significativos artistas nacionais e internacionais, como Alberto Carneiro, Alicia Framis, Ana Jotta, Blinky Palermo, Dimitrije Basicevic Mangelos, Helena Almeida, James Lee Byars, João Queiroz, Joel Fisher, José Pedro Croft, Julião Sarmento, Leonor Antunes, Luísa Correia Pereira, Marcelo Cidade, Pedro Cabrita Reis e Silvia Bächli.

Produzida pelo Museu de Serralves com a colaboração da Câmara Municipal de Matosinhos, “Mesa dos sonhos – Duas Coleções de Arte Contemporânea” estará patente na Galeria Municipal até 15 de setembro, iniciando depois um circuito de itinerância por outras cidades do país. O título da mostra recupera o nome de um poema de Alexandre O’Neill, estabelecendo a exposição da Galeria Municipal de Matosinhos como um lugar de encontro, de convívio, de confronto, de comunhão e de deriva, trazendo à luz do dia, e partilhando com o grande público, algumas obras-primas da arte contemporânea.

Integrando um conjunto de artistas e de obras que enquadram um arco temporal de quase meio século, a exposição inclui diferentes meios de expressão plástica e visual, como a escultura, a pintura, o desenho e a instalação, mas também objetos comuns que transitaram para a esfera da arte. “Mesa dos sonhos – Duas Coleções de Arte Contemporânea” procura, assim, estabelecer diálogos e confrontos entre diferentes modos de produção e de pensamento artístico. Postos em diálogo, os dois acervos convocam o visitante a penetrar uma pluralidade de universos e de questões estéticas, políticas e poéticas.

Embora as duas coleções tenham perfis e dimensões diferentes, aproximam-se e complementam-se exemplarmente: a Coleção da FLAD tem um acervo de desenho considerável de artistas portugueses, que a Coleção de Serralves, muito rica no mesmo período (anos 1960–2000), contextualiza internacionalmente.

“Mesa dos sonhos”, refira-se, sucede na programação da Galeria Municipal de Matosinhos à mostra “Uma Coisa/One Thing”, de José Pedro Croft. Inaugurado em 2005, este espaço expositivo tem desenvolvido um programa intenso e de grande qualidade, tendo acolhido nos últimos anos projetos de Júlio Pomar, Júlio Resende, Fernando Lanhas, Jorge Pinheiro, Julião Sarmento, Alberto Carneiro, Ângelo de Sousa, Ruy Anahory, Zulmiro de Carvalho, Luís Ferreira Alves ou Álvaro Siza Vieira, entre muitos outros.

Inauguração: 18 de maio, 15h30

Horário: 2ª a 6º feira, das 9h00 às 12h30 e das 14h00 às 17h30. Sábados, domingos e feriados, das 15h00 às 18h00.

Descarga de imagenshttps://we.tl/t-CNCSud5HwE

+infohttps://www.serralves.pt

O que acha?

Heitor Ramos

Read Previous

A vez de Pedro Burmester no ciclo de piano de Matosinhos

Read Next

Junta de Freguesia recebe sessão de esclarecimento sobre Plano Director Municipal

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *