A vez de Pedro Burmester no ciclo de piano de Matosinhos

Recital na Sala-Estúdio da OJM incluirá peças de Chopin e Fernando Lopes-Graça

No inverno de 1838, para fugir ao clima húmido de Paris, Frédéric Chopin viajou para a ilha de Maiorca com a escritora George Sand, com a qual mantinha um romance. Foi durante essa estada em Valldemossa que o compositor escreveu a maior parte dos “24 Preludes, op.28”, que Pedro Burmester interpretará no sábado, 18 de maio, no terceiro recital do ciclo de piano do programa Música em Matosinhos.

Com início às 19 horas, na sala-estúdio da Orquestra Jazz de Matosinhos (Avenida Menéres, 456), o concerto é de entrada gratuita.

Considerado um dos membros da restrita elite mundial do piano, Pedro Burmester dará vida e emoção a um conjunto de pequenas peças provavelmente inspiradas pelo “Cravo Bem Temperado” de Bach, do qual Chopin levou uma cópia manuscrita para Maiorca. Consideradas por Liszt como composições de uma ordem completamente diferente, “poética”, “semelhantes às escritas pelos grandes poetas contemporâneos, que embalam a alma em sonhos dourados”, os 24 prelúdios constituíram, à época, um desafio da ordem musical vigente e ao preconceito então existente relativamente às formas musicais mais breves.

Antes da interpretação integral dos prelúdios (o próprio Chopin nunca tocou mais de quatro peças de uma só vez nas suas aparições públicas), a primeira parte do recital vai ser preenchida pela “Sonata nº3” de Fernando Lopes-Graça. Vencedora, em 1952, do primeiro prémio de composição do Círculo de Cultura Musical (que Lopes-Graça ganhou por quatro vezes), a “Sonata nº3” é tributária de um período que o compositor dedicou ao estudo e valorização da música tradicional portuguesa, sendo presença regular nos mais recentes concertos de Pedro Burmester.

O ciclo de piano do programa Música em Matosinhos vai, recorde-se, decorrer até 29 de junho, reunindo nomes como os de Mário Laginha, Fausto Neves, Artur Pizarro, Luís Pipa, Marta Meneses ou Vasco Dantas. A Música em Matosinhos, programa de música erudita da CMM, acontece há mais de uma década e inclui este ano, entre outros, um conjunto de recitais também gratuitos do Quarteto de Cordas de Matosinhos nas igrejas do concelho, com o objetivo de descentralizar e democratizar o acesso e a fruição da música clássica.

Matosinhos, paços do concelho, 16 de maio de 2019

Jorge Marmelo

Assessor de Imprensa

Telefone: 229 390 900 (ext. 330061)

Telemóvel: 910 730 296

E-mail: jorge.marmelo@cm-matosinhos.pt

Web: http://www.cm-matosinhos.pt

O que acha?

Heitor Ramos

Read Previous

Matosinhos acolhe pré-abertura do PortoCartoon-World Festival

Read Next

Serralves estreia em Matosinhos um novo projeto de itinerância

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *